Biscuitar

A evolução do biscuit.

Posted on: 01/12/2011

Galera!! Já perceberam a evolução da arte em Biscuit?

Percebe-se esta evolução começando pela massa que há alguns anos atrás era feita artesanalmente no fogão ou microondas de nossas casas. Diversas receitas anotadas no papel ou já em nossas mentes nos acompanhavam a cozinha assim como no mínimo cinco ingredientes.

Os ingredientes variavam conforme a receita, algumas com limão, outras com vinagre, mas a cola, vaselina líquida e o amido de milho não podiam faltar, cada um com seu papel químico na massa (ainda vou procurar saber quimicamente falando sobre o efeito desses ingredientes).

A minha esta na mente até agora, sem precisar de “cola”: Rsrsrsrs

Ingredientes para a massa feita em casa.

“2 xícaras de cola para porcelana fria, 1 amido de milho pequena, 1 colher de vinagre, 1 colher de vaselina líquida e creme para as mãos, após mexer os quatro primeiros ingredientes no fogo até descolar, aguardar a massa esfriar, e logo em seguida sovar com creme para as mãos até que a massa desgrude de sua mão. Embalar a massa em um saco plástico por 2 horas e em seguida trocar o plástico, aguardar 10 horas para poder trabalhar com a massa. Detalhe, não era qualquer panela não, tiinha que ser panela anti-aderente.”

Mais parecia uma receita de bolo, estranhava quem me presenciava cozinhando essa “gororoba”, e não era mole mexer a massa não, quem me conhece não acredita que meus bracinhos eram capazes dessa façanha.

Pois é, hoje, não vejo mais as biscuiteiras trocarem receitas de massa, e sim onde no mercado encontrar massa mais “barata”, com um valor menor.

Massa ponta.

 Hoje, as massas existem em diversos fabricantes, são compradas em pacotes que variam de 200g a um quilo, tem um menor encolhimento, perfumadas, secagem mais rápida, comestíveis, tingidas, apesar de que ainda sou do tempo antigo neste quesito, tinjo a minha massa. Dentre outros benefícios que o capitalismo fez com a nossa arte.

 E isso é bom? Eu adoro, pois realmente tempo é dinheiro. Além de perceber que nossa arte de modelar usando o biscuit esta cada vez sendo valorizada, sempre em evolução.

Não é a toa que sou adimiradora e apaixonada por essa massinha “massa”.

Anúncios

3 Respostas to "A evolução do biscuit."

Saudades de quando eu fazia. Não era muito bom não, mas meus braços eram bem durinhos kkkkkkkkkkkkkkkkkk

kkkkkkkkkkkkk é mesmo Tk.. eramos forçadas a malhação.. kkkkkk
bjos

É verdade mas eu bem prefiro a caseira…embora hoje não faria mais de jeito nenhum…kk

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Anúncios

  • thamiris duarte: OI meu filho faz aniversario em julho e quero fazer de lembrancinha os carros moro em bh quanto que vc faz
  • karla loiane: Muito bonito seu trabalho, parabens. Gostaria de fazer uma encomenda talvez em tamanho um pouco maior, favor entrar em contato. Obrigada.
  • biscuitarmcz: Olá Ana; Te enviei um e-mail com as respostas. Agora aguardo a sua.. rsrsrsrsrs Abs!!
%d blogueiros gostam disto: